segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Da série perguntar não ofende...





...Pra que Canavieiras ter Câmara de Vereadores?!

Ora, ora. Não faz sentido algum Canavieiras ter 11 vereadores. E para quê?!

Algo sem sentido. Piada mesmo. Canavieiras tem cada coisa, que Deus duvida!!! 

Gostei...








PAULO ROBERTO      
paulorobertodasilvap@yahoo.com.br

Do que ouvi de um particular, outro dia. Foi que o Brasil ficaria melhor com Eduardo Cunha presidente, ministro da Economia Carlinhos Cachoeira, e da Justiça Fernandinho Beira-Mar (foto).

Ditado - Barco perdido, bem carregado, diz lá a sabedoria popular, e quem sabe o Brasil, oficial e real, ficaria mesmo melhor. Dizem que as coisas vêm de onde nunca se espera. Estamos por tudo.

Deus – Ou para ser mais otimista, estamos nas mãos de Deus, como costumava dizer nosso grande jornalista Paulo Francis. O Brasil virou mesmo um país de anedota. É pena.

Longe do Z4: Bahia bate o Vitória, encerra invencibilidade rival



O que era preciso fazer para bater o Vitória de Vagner Mancini, invicto como visitante no Campeonato Brasileiro desde julho? O técnico Paulo César Carpegiani é, até o momento, o único capaz de responder. Neste último domingo, na Arena Fonte Nova, o Bahia contou com o apoio de 31 mil torcedores e bateu o Rubro-Negro pelo placar de 2 a 1.Os gols da partida, válida pela 30ª rodada, foram marcados por Mendoza e Edigar Junior, para o Bahia, e Wallace, pelo lado do Vitória. 

Cadê o turismo de Canavieiras?




O município de Canavieiras apesar de ser uma das maiores reservas em belezas naturais, está passando por uma das piores crises do Turismo nos últimos tempos. Aos poucos vai perdendo a condição de um dos principais destinos turísticos do litoral sul baiano e já contabiliza prejuízos econômicos em um setor que há anos sempre foi o de maior participação na economia formal.

As freqüentes quedas na ocupação turística, mês a mês, têm impactado diretamente nas atividades econômicas que integram a cadeia produtiva turística. A situação preocupa as autoridades ligadas ao setor que temem pelo futuro da atividade no Município. Essa queda no fluxo não se deve a fatores macroeconômicos, mas a problemas locais. Faltaria divulgação?

O Município precisa de uma discussão mais ampla, ativa e prática a respeito do turismo como atividade geradora de renda. É uma crise dominó, pois atinge restaurantes, pousadas, hotéis e uma gama de atividades relacionadas que sustentam o setor. Há necessidade de criar não só no Município, mas em todo a Região, um planejamento sobre a atividade turística. Em Canavieiras não há uma tradição de pensar o turismo como uma cultura de trabalho e crescimento. Aqui, o resultado disso é a crise do setor que se instalou, com perda de turistas para outros Municípios do Estado e desprestígio da atividade.

Com a ausência do turista, sofrem os mais diversos setores da cadeia produtiva, desde a sua chegada ao município até a sua saída da cidade. Perdem as lojas, as empresas de receptivo, os guias de turismo, as empresas de ônibus, locadoras de carro, taxistas, postos de combustíveis, rede hoteleira, fornecedores, restaurantes, bares, serviços bancários e financeiros; e na área de entretenimento, as casas de show, bares, músicos, artesanato, além das compras no comércio local, farmácias, etc. Até o mercado imobiliário é atingido.

domingo, 22 de outubro de 2017

Presidente Temer vai vencendo pelo cansaço






É difícil entender como um presidente rejeitado por três de cada quatro brasileiros, e aprovado por só cinco de cada cem, consegue se segurar na cadeira.

Mas Michel Temer (PMDB) vai conseguindo essa proeza, o que talvez seja motivo de orgulho para ele, mas não para os brasileiros.

Nesta semana, ele deve enfrentar na Câmara dos Deputados a votação de mais uma denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República. E deve levar a melhor.

Como se diz no popular, vai vencendo pelo cansaço!